#DsSerie: 13 Motivos para assistir "13 Reasons Why"

Fala Disconcentrados! 

No dia 31/03, lançou no Netflix a série "13 Reasons Why", baseada no livro de mesmo título (no Brasil: Os 13 Porquês, de Jay Asher) produzida pela Selena Gomes e em menos de 24 horas já estava causando movimentos e gerando muitos comentários nas redes sociais... Clay Jensen, recebe um pacote que tem várias fitas cassetes e um mapa, ao começar a ouvir essas fitas - logo na primeira - ele descobre que foram gravadas por Hannah Baker, que duas semanas antes se suicidou. Fita após fita, Hannah explica os treze motivos que a levaram a sua decisão. Só recebe as fitas, quem são os motivos delas. 



Assisti a série com calma, em momentos que eu poderia me dedicar a trama. Foi intenso a cada episódio. A narrativa - visual ou auditiva - são muito bem desenvolvidas, são muito bem construídas, sem ser apelativo. Os leitores estão garantindo que a série ficou bem fiel ao livro, o que me deixou bem curiosa para ler. 

Faz menos de uma hora que eu acabei de assistir a série e resolvi vir correndo aqui pro blog, para - de certa forma - conversarmos sobre, então listei 13 motivos para assistir "13 Reasons Why" 

1. A série é intensa

E isso pode ser bom, mas pode ser ruim também. É intensa em todas as emoções passadas, na riqueza de detalhes sobre cada "porquê", na forma que trabalha os temas propostos. Li muitas pessoas comentando que tiveram que fazer pausas, porque não aguentaram a intensidade da série, e eu mesma me encontrei nessa situação. Eu recomendo não assistir sozinho, de TPM, ou se você está - por algum motivo - emocionalmente abalado, a série vai destabilizar um pouco mais você.

2. A temática

A história trabalha com temas como machismo, assedio, bullying, estupro, suicidio, violência psicológica, ansiedade. Trabalha cada um com cuidado e provoca reflexões. É tão importante falarmos de todos esses - e outros - temas, sentar e conversar com as pessoas e debater sobre eles, pensar em como se sente uma pessoa que passa por isso, o que gera cada um desses temas, quais atos mascaram eles? É uma série que pode servir de ponta pé inicial, para tantas conversas importantes, inclusive, após acabar a série, a Netflix liberou um vídeo onde a equipe e especialistas falam sobre esses temas, assistam. 



3. Para todas as idades. 

Apesar do público alvo ser focado em adolescentes, penso que é uma série a ser vista por pais e responsáveis legais, tios e outros membros da família, a unidade escolar - independente se é de nivel de colegial ou outros. É difícil entender os motivos da Hannah se você não pensar como ela, da mesma forma que é dificil pra um adulto pensar na visão de um adolescente  e por ai segue. Além do más, apesar de estar voltado para o público adolescente, esses problemas não ficam isolados nessa fase da vida. Independente da sua idade, tira um tempinho pra assistir.

4. É importante FALAR sobre.

Seja qualquer um dos vários temas abordados nos 13 capítulos, converse sobre. No nosso dia a dia, somos muitas vezes Hannah, mas somos também um "Porquê", seja quando continuamos um boato "Fulano me disse..."; quando vemos uma atitude errada e não nos posicionamos sobre aquilo, quando acobertamos uma atitude errada " Pode ficar tranquilo, eu não conto nada pra ninguém", isso e várias outras coisas que fazemos, até sem perceber. É preciso FALAR sobre o problema para estarmos preparados para enfrenta-los. Não se cale diante de uma situação errada, você pode proteger uma pessoa. 



5. Tá em todo lugar

Esse tópico pode falar de: A) O sucesso da série. B) Que não acontece só nos Estados Unidos onde se passa a trama. Vamos lá:

A) Essa série em menos de uma semana, alcançou os assuntos mais falados do Brasil no Twitter com a hastag #NãoSejaUmPorque (clicando na hastag aqui do lado, você consegue ver a movimentação da Tag lá no twitter), colocou todo mundo pra pensar, foi aclamada pela crítica e super noticiada. 

B) Muitos encaram que essa situação toda só acontece longe da nossa realidade, já ouvi pessoas falarem "Mas isso é coisa dos Estados Unidos, aqui no Brasil não tem disso" TEM! e não só no Brasil, no mundo todo! Não vamos ser inocentes e pensar que não está acontecendo bem próximo da gente. Faz menos de um ano, que aqui no Brasil começaram a ser noticiados com mais frequência a automutilação em adolescentes BRASILEIROS. Problema que é mais antigo do que isso, mas só ganhou visibilidade agora. Essa série ela tem uma abordagem bem trabalhada para se pensar em como bullying, machismo, assédio entre tantas outras coisas afetam nossa vida diariamente. 

6. Pense Antes de Agir. 

Tomando muito cuidado para não soltar spolier, o esse tópico fala por si só. Pense antes de falar/ agir diante uma outra pessoa, atos e palavras que são "inofensivos" pra você podem ferir ao outro. 


7. Todos os atos tem consequência

Parece tão obvio, mas não é. Não é todo mundo que tem a maturidade de fazer sua escolha - seja ela qual for - e assumir as consequências disso. Ao longo a série vamos encontrando diversos momentos que os problemas seriam resolvidos se cada um se responsabiliza-se pelo o que fez e não inventasse algo sobre. 

8. Mistério

A série aborda o mistério na decisão da Hannah Baker em tirar sua própria vida. A construção desse mistério é na medida certa para o desenrolar da história e para causar tantos efeitos que a série causou. Eu gosto muito de como é trabalhado a cada episódio, o motivo de cada porquê... 



9. Ansiedade não é frescura, Depressão não é pra chamar atenção... 

Estupro não é culpa da vitima, assédio não é normal, Não é NÃO. Esse é sem dúvidas o tópico mais difícil de escrever. Quando culpamos a vítima, estamos ignorando o problema que é grande e sério. Quando falamos "mas ela estava de shorts curto"; "Ela só ta fazendo isso porque quer chamar a atenção"; "Ela pediu por aquilo, com o olhar", colocamos a vítima para ser julgada e mal interpretada, não buscamos conhecer o lado dela e acredite, não é fácil. Em diversos momentos diferentes da vida, me encontrei com ansiedade. É tão dificil de lidar, até de falar sobre. Minimizar o problema, seja ele a ansiedade, a depressão, o assédio, o estupro só potencializa, aquilo que fere uma pessoa. Não culpe a vítima, ela é vitima, por algum motivo. 


10. Atuação

Pra descontrair um pouco, vamos falar da atuação nessa série. Que trabalho incrivel! A maioria dos atores estreantes em Hollywood, fizeram seu primeiro trabalho brilhantemente bem! A desenvoltura para trabalhar com assuntos delicados, a parceria no set. Sério, isso é um excelente motivo para assistir.

11. Não é não!

O consentimento é tão importante. Não só para a sexualidade, mas nos nossos relacionamentos cotidianos. Uma pessoa que diz NÃO, não está querendo dizer sim ou talvez, ela tá querendo dizer NÃO. Tem um trecho da entrevista  pós-série (abaixo), fala bem sobre esse tópico. 





12. Não somos melhor que ninguém


Somos únicos, somos humanos. Cada um tem o seu jeitinho e isso não é ruim! Imagina se fossemos TODOS iguais? É tão importante vermos a diferença no outro e ver a beleza que isso faz no mundo! Respeitar o próximo, teria salvo a Hannah e pode salvar muita gente. 

13. Você não está sozinho!


Não está! Quando estamos dentro de um problema é muito dificil enchegar o tamanho real dele, afinal estamos vivendo tão de perto que não vemos saída, tem vezes que pensamos que ninguém vai entender ou que o problema dos outros é maior que o nosso e que não temos importância. NÃO! Nossos problemas são importantes SIM, se não eles não seriam problemas. Eles incomodam, machucam, confundem, porém é compreensivel que as vezes você não quer contar pra ninguém, na sua escola não tem um conselheiro, você não tem como ir a um psicólogo e isso vai acumulando. Aqui no Brasil tem o CVV - Centro de Valorização da Vida-, que tem a função de apoiar as pessoas, nesse link AQUI vocês podem ter mais informações. 


Essa lista conta não só com motivos técnicos, mas também com momentos de reflexão que me fizeram pensar "Todas as pessoas TEM que assistir e REFLETIR essa série". Evitei os spoliers e relendo agora, acho que minha missão foi bem sucedida. Eu espero, que independente da sua idade, do seu ambiente de trabalho, da sua família, você pare em algum momento e se permita a experiencia de ver essa série. "13 Reasons Why" ou simplesmente "Os 13 Porquês" é uma série que eu dou 5 estrelas e agradeço as reflexões. 

Se você já assistiu comenta aqui, para conversarmos o que você achou e se você não assistiu, corre ver e volte aqui me contar como foi a sua experiência. 

Obrigada por estarem aqui, 


Até o próximo post, 

Tchau! 
#NãoSejaUmPorque

Nenhum comentário:

Postar um comentário