Na vida universitária da Luiza - As mudanças

Fala Disconcentrados,

No ultimo post, eu contei de como é a minha faculdade e meu curso nela. Hoje eu vou falar de uma outra parte que inclui grande parte do ingresso na vida universitária: Sair de casa, mudar de cidade, amadurecer, crescer!

Durante parte da minha vida, minha meta era passar na USP e me mudar para São Paulo estudar por lá. Ter a vida dos sonhos, morando numa republica, fazer grandes amigas que estariam futuramente no meu casamento, conhecer o amor da minha vida... E tudo isso não chegou nem perto de acontecer. Escolhi outra faculdade e acabei indo até pra outra cidade.

A minha faculdade é na cidade de Salto, no interior de São Paulo. Ficava em média 2 horas de van para a minha casa e tem o detalhe de que: Eu estudo a noite. Pensando nessas 4 horas perdidas (duas pra ir e duas pra voltar), no cansaço e na perde de horário para trabalhar, fazer minhas coisas... eu mudei de casa.

Mudar de casa nunca é fácil, sair da casa dos pais/avós/tios ou quem tenha cuidado de vocês durante todos os anos anteriores, ter que "deixar pra trás" não é a coisa mais simples a se fazer. Eu fiquei uma semana no "Vai e volta" de Salto para Campinas, porém era desgastante e cansativo demais. Então, com parentes morando entre as duas cidades, em mudei pra Indaiatuba na casa da minha tia e é onde eu moro hoje.


Primeiro dia na faculdade.
 Eu sai de casa para ir pra casa de alguém que era próximo de mim, eu convivia sempre, então eu não tive um trabalho de adaptação em relação a convivência, só com a falta que as nossas referências fazem. Já se passaram 3 meses que eu me mudei e nesse período eu aprendi a me virar muito mais, eu amadureci mais rápido e comecei a usar melhor a responsabilidade que eu já tinha, mas não exercia tanto. Me fez bem essa mudança e acho que é um passo importante na vida: Sair do ninho.

Casa nova, cidade nova. Chegar em Indaiatuba nos primeiros dias foi mais fácil, que a minha maior preocupação era conseguir pegar a perua no horário e conseguir ir no mercado/padaria/farmácia sem precisar de um GPS (mesmo eu indo de a pé). Na primeira vez que eu fui no mercado perto de casa, estava com um tempo de garoa, mas eu esqueci a sombrinha em casa quando fui comprar carne pra fazer almoço. Consegui fazer a minha primeira "grande" compra sozinha, morando "sozinha", foi super divertido. Na hora de ir embora do mercado estava chovendo muito e eu resolvi gravar um vlog sobre aquele momento e quando eu guardei o celular para andar mais rápido e fugir da chuva... Sabe quando nos filmes a mocinha tá arrumada, mas chove e ela quer atravessar a rua e passa um carro e molha ela...? Então! Aconteceu exatamente assim comigo! Mas como era o primeiro dia, resolvi encarar como algo bom e ri da situação. Confesso que foi até emocionante, e sim, me senti num filme e marcou a minha primeira semana aqui na casa nova.


Fotos do primeiro "mercado" sozinha na casa nova. 
Meses depois, minha preocupação é conhecer a cidade e poder sair sem me perder. Ir pro centro da cidade sem depender de ninguém (só de ônibus) e conseguir voltar dentro do horário previsto. Eu ainda não estou familiarizada com qualquer coisa extra- bairro, mas com o tempo a gente vai se encontrando e fazendo amigos que moram na cidade  e "TA-DAH!" você começa a conhecer a cidade, como se você tivesse morado a sua vida toda lá.

Acho que a palavra que melhor define essa fase nova é: Adaptação. Você está se adaptando com o novo método de ensino, a nova cidade, os novos amigos e até com a nova fase. É aos poucos que vamos dominando a situação e passamos a entende-la melhor, aprendemos - enfim - a conviver com todas as novidades da nossa vida.


Algumas fotos do primeiro dia. 
Eu me mudei para perto de casa, vejo meus pais todo final de semana e as redes sociais e e-mails não para de serem solicitadas com mensagens e conversas nossas. No primeiro mês eu ligava TODOS OS DIAS, hoje eu já ligo em horários melhores para a minha família e só em caso de precisar de ajuda. Quando temos que conversar mensagens via celular vão e voltam! Se você mudou para longe de casa, conhece também essas mudanças da vida, só que de uma maneira mais intensa.

Se você está nessa situação, conta pra mim sua experiência aqui em baixo. Se você tem duvidas por causa dessas mudanças, manda aqui pra gente. Se você já está adaptado, compartilha com a gente como foi! Mas não deixem de comentarem e contarem para os amigos sobre essa partizinha que uma hora vai fazer parte da vida de todos! 

Espero que tenham gostado do meu "cantinho" novo, até o próximo post.
-Luiza Melo

Nenhum comentário:

Postar um comentário