Já faz um ano

Fala Disconcentrados,

Carnaval acabou e isso significa que "o ano começou" e que completou um ano que estou morando sozinha. SIM! Já faz um ano que sai da casa dos meus pais para ir pra faculdade e muitas coisas mudaram na minha vida.


Imagem: We Heart It 
Já faz um ano que eu aprendi a ir no mercado sozinha. Eu já fazia isso quando morava com meus pais, mas acreditem, é diferente você fazer isso só pra você, você ter aquela responsabilidade de comprar o que você vai comer, a quantidade certa pra não desperdiçar. E se você acha que será miojo, lasanha, lanche, pizza e só, sinto informar, mas não. De vez em quando até vai, mas todos os dias enjoa. Você vai ter vontade de chegar em casa e ter a comida da sua mãe te esperando, ao invés de ter que fazer.

Já faz um ano que eu moro longe da casa das minhas amigas e que pra gente combinar de sair "tem que esperar eu estar na casa dos meus pais" porque é mais complicado de ir até a minha nova, do que eu ir pra minha antiga cidade e nós sairmos. Parece tanto tempo. Mas é só um ano.

Já faz um ano que eu não acordo cedo pra ir pro colégio, - afinal estudo a noite! -, que não pentelho minha irmã só pra demonstrar meu amor pra ela, que não ajudo a minha mãe como antes, que vejo meu pai só as sextas/sábados a noite. É, já faz um ano que não, saio pra jantar com a família quando "Não to afim de cozinhar hoje!" ou "Vamos comer fora!?" e depois tem que ouvir "Quando fomos, você não estava!"

Já faz um ano que minha vida mudou muito. Mas nesse um ano, eu cresci muito. Aprendi muitas coisas, principalmente que as leis de Murphy é o que explica muitas coisas na vida. Entendi o porque tem tantos textos explicam "como é a vida de ser sozinho", ou melhor, tentam explicar, porque, honestamente, nenhum pode explicar totalmente como é. 

Nesse um ano foram muitos momentos, uma montanha russa de emoções, que só somaram no meu crescimento, na minha vida. E esse foi só o primeiro ano dessa loucura toda que é a vida, espero os próximos anos e todas as novidades que o "lar doce lar" pode me dar! 

Por hoje é só, mas estamos voltando com a programação normal! 

Com amor, 

Luiza Melo

Nenhum comentário:

Postar um comentário